11. Nov 2019 | Empreendedorismo

Passos para abrir um franchising em Portugal

E se em vez de criar uma empresa de raiz, decidisse usar a marca e o know-how de um negócio já com provas dadas? O franchising é a solução encontrada por muitas pessoas para responder a esta questão e é uma forma de negócio que se expandiu bastante nos últimos anos.

Passos para abrir um franchising em Portugal
Um dos aspetos mais atraentes do franchising é a ajuda proporcionada pelos franchisadores na escolha da localização, criação de anúncios e formação dos funcionários. (© Unsplash)

Ao longo deste artigo vamos explicar-lhe o que é o franchising, dizer-lhe quais os passos para abrir um franchising em Portugal e dar-lhe alguns exemplos de franchisings de sucesso.

Franchising: o que é?

O franchising é uma relação de negócio em que o proprietário autoriza outra parte a usar a sua marca, produto, sistema de negócio e processo em troca de uma remuneração.

De uma forma mais técnica, o franchising ou franquia é um contrato, no qual uma empresa, permite a outra empresa, o direito de usar os seus diversos direitos de propriedade intelectual, tais como marca, know-how técnico, design, estratégias de marketing, etc. em troca de uma determinada quantia.

As duas empresas diferentes e independentes que colaboram num franchising são as seguintes:

O Franchisador – a empresa detentora da marca e do negócio e que possibilita a exploração do seu modelo de negócio.

O Franchisado – o empresário que vai explorar o negócio desenvolvido pelo franchisador.

O franchising estabelece-se através de um acordo contratual entre ambas as partes, em que estão claramente indicados os direitos e as obrigações de ambos. Para serem válidas, todas as franquias precisam de ter um acordo deste género.

Passos para abrir um franchising

Em seguida apresentamos 9 passos essenciais para abrir um franchising de sucesso.

1. Autoavaliação

O que lhe agrada na abertura de um negócio em modo de franchising? Está pronto, disposto e é capaz de trabalhar longas horas, incluindo fins-de-semana e feriados (especialmente no início)? Pode comprometer-se a seguir métodos de negócio pré-determinados com muito pouca variação? Aceita pagar uma parte dos seus lucros ao franchisador?

Além disso, quanto do seu dinheiro pessoal está disposto a gastar para estabelecer o negócio? A não ser que tenha a sorte de ter dinheiro suficiente pessoalmente, tem fundos para garantir um empréstimo?

2. Pesquisa

Se após a fase anterior achar que vale a pena, deve iniciar a pesquisa. Qual o tipo de negócio que está interessado em abrir? Use informações disponíveis na internet e noutros meios para ver como estão as diferentes áreas de negócio. Além disso, o senso comum e sua intuição também não devem ser descurados.

Depois de ter restringido a sua pesquisa a alguns franchisadores bons, contacte-os a dizer que está interessado para que estes lhe enviem informações mais detalhadas.

3. Fale com outros franchisados

Encontre alguns franchisados que estão perto de si e faça-lhes uma visita. Eles estão satisfeitos com o apoio do Franchisador? A realidade do negócio está de acordo com as expectativas que tinham (financeiras e outras)?

4. Encontre uma localização adequada

Se está localizado numa área com pouco tráfego ou numa área onde não existem negócios complementares, como é que vai conseguir clientes?

O franchisador vai exigir certos requisitos para a sua localização no contrato de franchising. Além disso, a maioria dos franchisadores auxilia na seleção do local. Se escolher um local adequado para o seu negócio por conta própria, o franchisador terá de aprovar a sua localização antes de poder avançar.

5. Escolha um franchising e um financiamento seguro

Depois de ter completado a sua pesquisa, deve tomar a grande decisão – em qual sistema de franchising vai investir?

Uma vez que tenha decidido, terá toda a informação necessária para completar um plano de negócios e apresentá-lo aos potenciais credores. Existem inúmeras opções de financiamento. Lembre-se, vai precisar de reservas de dinheiro suficiente para cobrir as despesas até que o negócio comece a dar lucro, o que em alguns casos pode demorar meses após a abertura.

6. Assine o contrato

Enquanto muitos franchisadores têm acordos de franquia rígidos, outros são mais flexíveis sobre os termos de negociação no acordo.

Se o franqueador estiver disposto a negociar certos termos pode contratar um advogado especialista para o ajudar. Se o contrato for demasiado flexível, desconfie! Lembre-se, os franchisings são baseados num sistema comprovado e de consistência da marca.

7. Obtenha todas as autorizações e seguros necessários

Cada setor tem os seus próprios requisitos em matéria de autorizações e seguros. O Franchisador provavelmente terá conhecimento prévio das licenças e seguros necessários para operar o seu sistema de negócios. No entanto, é boa ideia verificar com as autoridades locais para garantir a conformidade.

8. Contratar pessoal e participar na formação

O número de funcionários necessários para o negócio vai depender do tipo de franchising escolhido.

Um dos aspetos mais atraentes do franchising para quem deseja abrir um negócio é a componente de formação. Os franchisadores normalmente proporcionam a formação, num modelo de formação em aula e na prática, pelo menos ao franchisado e a alguns funcionários.

9. Abra o seu negócio franchising

Antes de abrir, terá de anunciar a abertura aos potenciais clientes. Os franchisadores têm frequentemente processos definidos para a criação de anúncios e outras iniciativas a serem realizadas. Muitas vezes, também colocam à disposição uma pessoa para ajudar nos primeiros dias após a abertura do negócio.

Exemplos de franchisings de sucesso em Portugal

Existem centenas de marcas que possibilitam abrir um negócio em sistema de franchising em Portugal. Apresentamos-lhe em seguida 3 exemplos de franchising de sucesso em áreas diferentes.

Vivafit

Os ginásios Vivafit apresentam um conceito de ginásio diferente dos ginásios convencionais, já que se destinam apenas a mulheres. Para um franchisado, o grande benefício desta marca é que possibilita uma visibilidade difícil de alcançar com um ginásio convencional. Nestes ginásios é possível fazer aulas de grupo, obter treino personalizado e consultas de nutrição.

Na modalidade de franchising, é necessário seguir um conjunto de critérios, que abrangem desde o ambiente da loja, até às modalidades oferecidas. De acordo com o website franchising.pt, o investimento necessário para abrir um negócio na Vivafit é de 130 000 €.

Valores

A marca Valores começou a aventura no franchising em 2008 e conta atualmente com 27 unidades em Portugal. A atividade de negócio é a compra e venda ao público de diamantes, pratas, ouro, joias, obras de arte, relógios e artigos similares.

Com o modelo de franchising desta marca, é possível abrir uma loja em menos de um mês, o que inclui formação em sala, formação prática e em loja. O investimento necessário, segundo o site franchisingpt, é de 24 800 €.

Well’s

O Well’s é um franchising pertencente ao Grupo SONAE que atua na área da saúde, bem-estar e ótica, que conta com 150 lojas em Portugal. A marca foi votada como marca de confiança com 80% dos votos. Vende medicamentos não sujeitos a receita médica, produtos de dermocosmética e produtos para bebés e respetivas mães.

Várias destas lojas estão localizadas junto aos hipermercados Continente e Continente Modelo e oferecem muitas das marcas mais conhecidas nos respetivos setores de atuação. O investimento necessário é de 140 000 €.

Veja também:

Billomat folgen: