27. Feb 2020 | Empreendedorismo

30 formas de conseguir novos clientes como freelancer

Trabalhar como freelancer é o sonho de muitas pessoas que procuram ter um maior nível de liberdade e fazer algo que lhes dê prazer. No entanto, conseguir clientes como freelancer pode ser um entrave até para quem já está no mercado.

conseguir novos clientes como freelancer
Fazer tudo o que pode para se tornar numa figura popular na sua comunidade ajudará a atrair novos clientes. (© Unsplash)

Trabalha ou quer trabalhar como freelancer, mas não sabe onde encontrar clientes? Não se preocupe! Este artigo vai ajudá-lo ao garantir que não perde nenhuma oportunidade.

1. Passa palavra

Fazer um bom trabalho para um cliente leva, muitas vezes, a que esse cliente refira o freelancer a outros clientes. Por essa razão é essencial assegurar que presta um bom serviço aos clientes existentes, ainda que tenha que “perder” mais tempo para se assegurar disso.

2. Crie um portfólio

Como pode atrair clientes se não conseguir mostrar aquilo que é capaz de fazer? Um portfólio com os melhores trabalhos anteriores é importantíssimo! Caso esteja a começar, pode usar trabalhos que realizou na escola ou na universidade. Eles serão o seu cartão de visita.

3. Crie um blog

Um blog onde possa escrever conteúdo relevante para o mercado onde deseja trabalhar dá-lhe a oportunidade de mostrar que sabe do que fala. Deve escrever artigos com títulos apelativos para potenciais clientes.

4. Crie um site

Este é um passo essencial para um freelancer já estabelecido, mas que pretende “subir de nível” e posicionar-se como um especialista na área. O site pode ter uma secção de blog, portfólio, links para as suas contas profissionais nas redes sociais e obviamente os seus contactos.

5. Mantenha o seu LinkedIn atualizado

Criar uma conta no LinkedIn é obrigatório! Existem imensos recrutadores nesta rede social profissional. Além disso, os perfis do LinkedIn tendem a aparecer nos primeiros resultados do Google quando se procura pelo nome de uma pessoa. Se a sua conta estiver desatualizada, vai passar uma imagem de descuido e descaso enquanto profissional. Por isso é importante sempre otimizar o perfil no LinkedIn.

6. Mantenha atualizadas outras contas importantes

A sua presença deve estar atualizada também em sites especializados onde tenha uma conta, como por exemplo:

  • Para os programadores – GitHub;
  • Para os designers – Behance;
  • Para os fotógrafos – Flickr;
  • Para os criadores de vídeo – Vimeo;

7. Networking pessoal

Participe em eventos e conferências que sejam relevantes para os seus interesses. Ou, talvez mais importante, aqueles que são relevantes para os interesses dos seus potenciais clientes (por exemplo, se é um designer gráfico, pode ir a encontros de proprietários de empresas locais).

8. Coworking

Trabalhar num espaço de coworking é ideal para freelancers, já que é um espaço onde pode conhecer outros freelancers que o podem apresentar a clientes deles ou pode até participar em projetos conjuntos. Também pode ser ótimo para evitar a solidão que a vida de freelancer pode proporcionar.

9. Fale em eventos ou conferências

Ainda melhor do que participar em eventos é falar nos mesmos, especialmente se na audiência estiverem pessoas que possam precisar dos seus serviços.

10. Networking online

Existem muitos fóruns online onde pode conhecer pessoas da mesma área ou até potenciais clientes. Nestes incluem-se o site Quora, onde pode responder a questões e mostrar que domina o assunto, bem como os grupos do LinkedIn e subpáginas do Reddit.

11. Posicione-se como um especialista

Pode mostrar que é um especialista ao escrever conteúdo detalhado e esclarecedor sobre um tema no seu próprio site ou blog, mas também ao escrever para outros sites, quer seja conteúdo pago ou não.

12. Dê uma opinião sobre um produto existente

Pode escrever avaliações sobre produtos que se destaquem claramente das demais pela sua abrangência e profundidade. Se mostrar que realmente percebe do assunto, estará a colocar-se a jeito para ser contactado pela empresa para mais informações. Esse momento pode servir como oportunidade para conseguir trabalho.

13. Plataformas de trabalho freelance online

Esta é uma das formas mais comuns para arranjar trabalho e inclui plataformas de trabalho remoto como o Upwork, Freelancer, o Fiverr ou o Zaask. É imprescindível criar um perfil atrativo que explore bem os seus pontos fortes pois existe bastante concorrência. Só assim, vai conseguir “seduzir” os potenciais clientes.

14. Plataformas especializadas

Contrariamente às plataformas online referidas acima, que são generalistas, existem outras dirigidas apenas a um tipo de trabalho. Como exemplo temos o DesignCrowd, uma plataforma apenas para designers e o TranslatorsCafé, uma plataforma para tradutores.

15. Contactos pessoais

A importância da família, amigos, ex-colegas de turma e até de conhecidos não deve ser descurada. Não é vergonha nenhuma começar a carreira a fazer trabalhos para alguém da família. Esta pode ser uma primeira fonte não só de dinheiro, mas também de experiência.

16. Fale com outros freelancers da sua área

Estas pessoas não são necessariamente a sua concorrência, são a sua comunidade. Apresente-se e relacione-se. Ofereça-se para os ajudar ou para os substituir durante as férias. Existem eventos online e na vida real. Participe e mostre que é útil, demonstre o seu valor!

17. Trabalho voluntário

Começar a trabalhar sem experiência é difícil. Assim, pode propor-se a ajudar uma organização sem fins lucrativos na sua área. Se tiver formação em web design, pode construir-lhes um site por exemplo. Isto vai permitir que ganhe experiência e conheça pessoas que lhe podem abrir novas portas.

18. Encontre um parceiro(a)

Um dos aspetos a ter em conta na vida de freelancer é que a quantidade de trabalho pode variar bastante. Se tiver um parceiro(a) da sua área podem oferecer trabalho um ao outro quando um tiver trabalho em excesso e o outro tiver falta. Com o tempo, a parceria pode até evoluir para a criação de uma empresa.

19. Troca de serviços

Esta é outra boa forma de ganhar experiência, expor o trabalho e até de criar um portfólio. Pode trocar os serviços que presta pelos bens e ou serviços da outra empresa.

20. Redes sociais

Apesar de o Facebook, o Twitter e até o Instagram poderem não parecer indicados para um negócio de freelancer, isso nem sempre é verdade. Nestas plataformas é possível responder a questões, ajudar de forma gratuita com uma resposta e isso pode trazer clientes. Também dão maior visibilidade ao seu negócio.

21. Visite os clientes pessoalmente

Esta é a maneira mais tradicional, mas é eficaz se for uma pessoa confiante nas suas capacidades e com bons dotes de comunicação. Vista-se a rigor e esteja atento à sua linguagem corporal. Não se esqueça de sorrir!

22. Dê formação

Dar formação numa área que domina pode ser uma excelente maneira de conhecer clientes. Como formador na área de recursos humanos, por exemplo, pode conhecer proprietários de empresas que possam vir a necessitar dos seus serviços mais tarde como consultor.

23. Enviar emails

Apesar de já não estar muito em voga, o email é ainda uma possibilidade para contactar potenciais clientes, particularmente se a mensagem for endereçada de uma forma personalizada. É necessário que o email mostre que conhece bem o negócio da empresa em questão e que tem algo para acrescentar ao mesmo.

24. Pedir a clientes que o indiquem

Quando está sem trabalho, pode pedir aos seus clientes que o indiquem a pessoas ou empresas que conheçam e que possam precisar dos seus serviços. O facto de ser recomendado, dá ao novo cliente uma maior confiança quando contrata um freelancer.

25. Falar com ex-patrões

Se tiver uma boa relação com alguém para quem já tenha trabalhado, pode perguntar-lhe se conhece alguém que possa precisar dos seus serviços. Pode ser que até ele(a) esteja a precisar.

26. O seu médico…

O seu médico, mecânico, barbeiro, cabeleireira, etc. Todos eles podem ser potenciais clientes para os seus serviços ou conhecer alguém que precise deles. Não perde nada em falar.

27. Empresas que oferecem trabalho online regularmente

Existem algumas empresas que oferecem trabalho online regularmente para freelancers. Entre elas estão: Appen, Pactera, iSoftStone, Lionbridge.

28. Faça formação

Tirar cursos na área em que queremos trabalhar pode ser uma excelente oportunidade para conhecer colegas e outras pessoas dentro da área que nos podem dar a conhecer novas oportunidades.

29. Ajude os outros a fazer conexões

Não hesite em conectar e apresentar as pessoas umas às outras, bem como indicar negócios a outros profissionais. Ser altruísta vai aumentar a sua reputação e será benéfico no longo prazo.

Faça tudo o que pode para se tornar numa figura popular na sua comunidade e use a vantagem de ter mais tempo devido a ser freelancer. Pode ser uma estratégia lenta e de longo prazo, mas vai dar bons resultados se lhe dedicar o esforço necessário.

30. Publique anúncios

Finalmente, a publicação de anúncios, seja online ou em jornais ou revistas, pode ser indicada em alguns casos.

Há muitos freelancers que usam sites como o OLX e o CustoJusto para publicar os seus anúncios. Estes incluem os mais diversos âmbitos: desde serviços técnicos, domésticos, de saúde e beleza, até reparações e mudanças, e organização de eventos.

Veja também: