19. Apr 2018 | Finanças

Faturas: elementos necessários e como retificar uma fatura errada

Enquanto consumidores todos sabemos que quando compramos um bem ou serviço é-nos entregue uma fatura. Nós limitamo-nos a conferir algumas informações como o preço e a exatidão do NIF e podemos esquecer o assunto. No entanto, para quem está do outro lado, ou seja, para quem vende as faturas são algo que exige muita atenção.

Devido ao facto do preenchimento correto de uma fatura ser algo essencial para qualquer vendedor, vamos dizer-lhe quais são os elementos imprescindíveis numa fatura e como deve proceder caso se engane a emitir uma fatura.

Faturas: elementos necessários e como retificar uma fatura errada
Usar um software de faturação na nuvem te ajuda a emitir e a retificar as suas faturas de forma correta.

Elementos necessários numa fatura

O primeiro ponto no que diz respeito às faturas é que elas devem ser datadas e numeradas sequencialmente. Depois existem aspetos que não são obrigatórios e que pode usar apenas se se adequarem ao seu negócio, e outros que o são. Os elementos que devem sempre constar de uma fatura são os seguintes:

Identificação da empresa

Neste ponto devem constar o nome, firma ou denominação social, a morada do domicílio ou da sede e o NIF da empresa que vende ou presta o serviço.

Identificação do cliente

Caso se trate de um sujeito passivo de IVA (como por exemplo outra empresa) tem que colocar o nome, firma ou denominação social, a morada e o NIF do mesmo. Caso não seja, estes dados não são obrigatórios.

Produtos e/ou serviços faturados

Neste ponto devem ser colocados os seguintes aspetos:

  • Denominação dos bens ou serviços e as suas quantidades, especificando os elementos necessário para determinar a taxa a aplicar.
  • O preço, retirando os impostos relativos aos bens ou serviços.
  • As taxas aplicadas e a soma de imposto a pagar.
  • Se nenhum imposto for aplicado, deve indicar o motivo.
  • A data da colocação à disposição do comprador dos bens, da realização dos serviços ou da realização de pagamentos anteriores à realização das operações, caso tal data não coincida com a data em que foi emitida a fatura.

Como corrigir uma fatura errada

Em função da situação podem haver duas maneiras para retificar uma fatura:

Emissão de uma nota de crédito

No caso de ter faturado mais do que devia (em termos de quantidades ou preços), deve ser emitida uma nota de crédito para abater à fatura errada. Da mesma forma, é possível emitir uma nota de crédito para abater o valor toda da fatura. Depois deve emitir-se uma fatura nova com os valores retificados.

Emissão de uma nota de débito

Se os preços faturados tiverem sido menores do que o que era suposto deve ser emitida uma nota de débito. Não se deve usar este meio para debitar bens, serviços ou outras taxas em falta. Quando isso acontece deve ser criada uma fatura adicional.

Um software de faturação na nuvem pode ajudar

Com um software de faturação na nuvem, como o Billomat, as faturas têm sempre todos os elementos exigidos por lei. Assim, um programa deste tipo pode ser excelente para freelancers, pequenos empreendedores e trabalhadores em nome individual pois numa grande parte das vezes as pessoas ignoram quais são os elementos essenciais de uma fatura.

Com estes programas pode usar modelos de faturas apelativos que podem ser personalizados com o seu logótipo para poder passar faturas com aspeto 100% profissional. Ao estarem conscientes de que nem todas as pessoas tem muitas competências informáticas, os criadores destes programas alojados na nuvem tornaram este processo bastante simples e amigo do utilizador.

Com um software deste tipo, existem atualizações automáticas que asseguram que está sempre em conformidade com a legislação fiscal que vai sendo criada ao longo do tempo. Além disso, vai poder emitir faturas a qualquer momento e em qualquer lugar, sendo que o pode fazer até com o seu smartphone.

Perguntas semelhantes:

Billomat folgen: